23/03/2011

Ah! O Caldo Verde de Santos...



O friozinho está chegando... tempo de se aquecer! E nada melhor do que um caldinho, uma sopinha! Hummm ... que delícia! Eu sou suspeita para falar porque eu simplesmente adoro sopas! E ontem, como já estava ventando, achei que fazer um caldinho para a janta seria uma boa escolha.

Quando mudamos para Santos, devido ao trabalho do meu pai, uma das coisas que mais fizemos lá foi ir à restaurantes, pois existem muitas opções. Descobrimos cada coisa... de comida Italiana à Portuguesa...
Não foi à toa que naquela época eu engordei vários quilos, os quais hoje em dia já não tenho mais... ainda bem!
Havia um restaurante em Santos, no final da Av. Ana Costa, chamado Almeida. Lá eles serviam sopas que eram magníficas. Minha mãe gostava muito do creme de palmito que eles faziam... Eles também tinham no cardápio o Caldo Verde, que aliás era facilmente encontrado em Santos, principalmente durante as férias, quando ainda existia a Cidade Junina, alguém se lembra? A Cidade Junina  eram barracas de comida montadas na praia, as quais funcionavam à noite, durante os meses de Junho e Julho... Bons tempos! Enfim, voltando ao assunto, a maioria das barracas servia esse tal de Caldo Verde, uma receita portuguesa, que agradava à maioria da população, pois naquela época (anos 90) 70% da população tinha descendência portuguesa. (pelo menos foi o que nos informaram na época...)
Um belo dia resolvemos experimentar e, claro, adoramos! Minha mãe tratou logo de arrumar a receita, que é super fácil, e hoje vou dividí-la com vocês.



Caldo Verde


Ingredientes

08 batatas grandes
01 maço de couve picadinha
01 gomo de lingüiça calabresa em fatias finas (se preferir, corte-a em pedaços bem pequenos)
02 colh (sopa) de azeite
Alho e sal à gosto
Água

Preparo

Cozinhe as batatas até que estejam bem macias (+/- 20 minutos). Em seguida, desligue o fogo, troque a água do recipiente e deixe as batatas cozidas esfriando. Depois de frias, amasse-as como se fosse fazer um purê.
Enquanto isso, em uma panela coloque o azeite e o alho. Frite-o até que esteja dourado. Acrescente a lingüiça e deixe fritar por alguns minutos, mas não deixe fritar demais, pois a lingüiça deverá ficar macia e não crocante. Coloque as batatas amassadas mexendo sempre, para que elas se misturem com o alho e a calabresa. Por último, vá acrescentando a água aos poucos. Se você gosta de caldos mais finos, coloque mais água, no meu caso eu gosto do Caldo Verde com a consistência de um creme, por isso não coloquei muita água. Deixe ferver por +/- 5 minutos e coloque a couve. Mexa para incorporar a couve no caldo. A partir daí, você perceberá que a couve soltará um coloração verde clara (se acaso você colocar muita couve, a cor será mais intensa). Adicione o sal e ferva por mais alguns minutinhos e sirva em seguida.

Dica: Para aqueles que não gostam muito dos pedaços de couve, uma sugestão é "disfarçar" a couve, batendo tudo no liquidificador.

5 comentários :

  1. Minha sogra tb faz um caldo verde MARAVILHOSO!!! Igor vive me pedindo para fazer, e a sua receita tá super fácil, vou experimentar, depois te conto, bjos.

    ResponderExcluir
  2. É verdade, Gabi. Essa receita tá super fácil, não tem segredo nenhum! Tenho certeza que o Igor irá aprovar! Boa sorte e depois me conte se deu certo!
    Bjs..

    ResponderExcluir
  3. Eu fiz a receita essa semana! Adorei! Muito gostoso e prático :D

    ResponderExcluir
  4. Que legal,Fabi! Que bom que gostou!!! ^^

    ResponderExcluir
  5. Muito bom mesmo, testado e aprovado!

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e volte sempre!