20/08/2013

Pão Integral Multicereais

E este é o pão que irá me acompanhar nesta semana! Ele é rico em fibras e óleos naturais, uma opção saudável e muito saborosa para o seu café-da-manhã.
Embora eu não resista um pãozinho francês, recém saído do forno, os pães integrais me conquistam pelas qualidades nutricionais e é com isso que eu ando preocupada ultimamente.
Sabemos dos benefícios que os alimentos integrais nos proporcionam e é por eles que devemos "cair de amor", pois serão eles que nos trarão mais qualidade de vida! E tudo aquilo que nos faz bem, devemos dar o merecido valor, não é mesmo?
Por essa razão, eles irão reinar soberanos aqui em casa durante toda a semana. E nos finais de semana, o velho e bom pão francês dará o ar da graça, afinal ninguém é de ferro. É claro que adoro um pãozinho francês, quentinho, com aquela manteiga derretida por cima... ai, ai... até visualizei a cena agora! Pois bem, a verdade é uma só: sou louca por pão, seja ele integral ou não, eu não fico sem um pãozinho no meu café-da-manhã.
A receita de hoje é simples (fiz apenas algumas alterações) porém possui passos importantes e que devemos seguir para obter um melhor resultado. Então, vamos trabalhar!
Pão Multicereais
Receita do Livro Pães & Pãezinhos Doces e Salgados (pág. 13)

Para a Esponja
50g de farinha integral de centeio fina
50g de sementes de gergelim
50g de sementes de papoula (substitui por linhaça)
50g de sementes de girassol (não coloquei porque não tinha)
50g de aveia em flocos (usei 100g)
180 ml de água
15g de fermento biológico fresco (ou 5g de fermento biológico seco instantâneo)
1 colh. (chá) de extrato de malte (ou se você não encontrar, substitua por mel)

Preparação da esponja
Misture todos os ingredientes em um recipiente e deixe fermentar até que a mistura adquira o dobro do volume, cerca de 90 minutos (trata-se de uma mistura espessa, por isso demora mais para crescer do que as feitas à base de farinha comum).

Massa
300g de farinha de trigo
50g de farinha de trigo integral fina
150 ml de água
10g (ou 2 colheres de chá rasas) de sal
1 ovo batido
1 gema para pincelar (ou leite) e sementes para decorar

Preparo da massa na MFP
1. Coloque os ingredientes líquidos (a água e o ovo batido) na cuba da máquina.
2. Acrescente as farinhas, o sal e a mistura da esponja por último.
3. Escolha o programa massas.
4. Ao término do programa, retire a massa da cuba e modele os pães, pincelando-os com a gema (ou o leite) e salpicando sementes para decorá-los.
5. Pré-aqueça o forno. (200°C)
6. Coloque os pães em uma forma untada e enfarinhada e leve-os para assar por aproximadamente 30 minutos ou até que a superfície esteja levemente dourada.

Beijocas à todos e um ótimo dia!
Cintya Maria

13/08/2013

Atum à Moda Siciliana

Alguns dias atrás fui ao médico para solicitar os exames do check up anual.
Conversei com a médica, que me examinou e me pesou. Fiquei feliz e triste ao mesmo tempo. Feliz porque estou com o mesmo peso do ano passado, mesmo após ter comido todas as guloseimas que posto aqui e sem fazer nenhum exercício físico (o que pretendo mudar em breve rsrs). E, por essa razão, concluo que possuo um bom metabolismo. Por outro lado, fiquei triste porque o peso do ano passado está 3 kilos acima do peso que sempre tive. Seria a idade chegando e a dificuldade para emagrecer? Talvez.
Entretanto, tenho plena consciência do que comi e tenho comido, e sei que não fiz nenhuma restrição ao meu paladar "carboidrático-doceiro"...rs... Sei que minha alimentação somente às vezes é saudável (para os meus padrões de exigência). E o que me entristece é ver que já estamos no segundo semestre e eu ainda não consegui mudar a minha alimentação como eu gostaria! Tenho os meus vícios por determinados tipos de alimentos e resisto à abrir mão deles. Às vezes até consigo, mas por pouco tempo. Gostaria de ter mais determinação e perseverança... Mas, eu vou continuar tentando! Recomeçar sempre! Esse é o meu lema! rsrs...
Pois bem, comentei na semana passada, na Fan Page do blog, que eu faria um peixinho, com o propósito de comer algo mais leve e nutritivo, e cá estou para lhes passar a receita.
Fui à feira decidida a trazer salmão, mas chegando na banca, me deparei com o atum, peixe pelo qual eu morro de amores... e não teve jeito! O salmão perdeu a vez! rsrs... (pra ser beeeeemmm sincera, o salmão tem um sabor muito acentuado para o meu paladar. Eu iria comprá-lo apenas porque sei que possui omega 3...rs)
Em casa, dei uma espiada nos meu livros e não achei nada que me fizesse salivar. Fui então perguntar ao sr. Google, que me indicou a receita de hoje...
Espero que gostem, pois o preparo é muito simples. Fiz algumas alterações, pois alguns ingredientes eu não encontro com tanta facilidade por aqui, mas no link da receita, você pode seguir à risca.
Atum à Moda Siciliana
Para 2 pessoas, quase nada adaptado DAQUI

4 medalhões de atum
1 cebola média picadinha
1 tomate bem maduro picado em cubinhos
1 pão duro
Folhas de manjericão, alcaparras, sal, pimenta-do-reino e azeite extra-virgem a gosto

Preparo
1. Pique o pão duro em pedaços pequenos e com um martelo de carne, bata o pão até formar uma farinha. (não use farinha de rosca pronta, pois o sabor e a textura não serão os mesmos). Passe essa farinha para um prato fundo e reserve.
2. Em um outro recipiente, coloque os medalhões e tempere-os com o sal e a pimenta.
3. Regue-os com azeite e espalhe bem com os dedos, inclusive nas laterais, para que todo o medalhão fique "untado".
4. Passe os medalhões na farinha feita com o pão duro, pressionando-os levemente para formar uma crosta.
5. Aqueça uma frigideira, regue com um fio de azeite e quando estiver bem quente,  coloque os medalhões e deixe-os selar. (Você não irá fritá-los, somente tostar a superfície até a crosta ficar levemente dourada como mostra a foto acima. O atum é um peixe que, ao prepará-lo, devemos deixar o seu interior com uma coloração rosada, caso contrário o sabor será alterado). Após alguns segundos eles já estarão selados. Reserve-os.
6. Em outra frigideira, coloque um fio generoso de azeite e acrescente a cebola, o tomate, algumas folhas de manjericão (separa algumas para decorar) e as alcaparras.
7. Salteie esses legumes por no máximo 2 minutos e retire do fogo.
8. Sirva essa guarnição juntamente com o atum.

Bom apetite!!!

Beijocas e um ótimo dia saudável para você! ;-)
Cintya Maria

12/08/2013

Testar é Preciso - # 10


É com grande alegria e satisfação que abro a semana com as fotos de nossas receitas reproduzidas pelos leitores!
Saibam que, a cada recadinho, e-mail ou foto que recebo, fico imensamente feliz e sinto-me motivada a seguir em frente. Aliás, devo confessar que  a-d-o-r-o  receber os comentários, viu? Claro, não sou boba, né?
Por isso quero agradecê-los de coração por todo o carinho e atenção que vocês dedicam à esse cantinho, pois sei que todos têm inúmero afazeres, mas muitos fazem questão de "gastar" uns minutinhos para escrever algo para mim!
Muuuuuuuiiito obrigada mesmo!!!
E agora, vamos às fotos!!!

A querida leitora Roberta Souza, testou a Queijadinha (receita AQUI). Parabéns, Roberta! Suas queijadinhas ficaram um arraso!!!


Comentário da leitora:  "Procurando uma receita de queijadinha, me deparei com a desse blog e adoreeei o resultado. Fica exatamente como as fotos nos levam a imaginar: fofinha, cremosa e muuuuito saborosa! Vale a pena experimentar! Parabéns pelo blog."


* * * *
Já o leitor Elifas testou a Torta de Liquidificador Cremosa (receita AQUI). Olha só que linda que ficou a torta dele:
Comentário do leitor:  "Bom, ficou incrível,  coloquei meio copo de requeijão pra ficar melhor ainda, tirei a acidez da cebola com água quente, tirei as sementes do tomate e coloquei frios de peito de frango. Ficou incrível!"
Parabéns aos dois, fiquei super orgulhosa!!! E mais uma vez, muito, muito obrigada pelo retorno!
Vou aguardar as fotos de mais leitores. A próxima pode ser a sua!!!

Beijocas e ótima segunda-feira pra vcs!
Cintya Maria


09/08/2013

Risoto de Linguiça e Cogumelo

Risoto é um prato tão fácil de fazer e o resultado é tão bom, que a gente vicia, né? Fora a gama de combinações que podemos criar... Adoro a praticidade e a versatilidade desse prato!
Aqui em casa, costumo fazê-lo às sextas-feiras, pois meus horários de aula ficam apertados nesse dia, restando pouco tempo para preparar algo mais elaborado. Além disso, para mim, quando se tem risoto ou algum tipo de massa, eu dispenso a carne. Então, fica mais fácil ainda elaborar o cardápio da sexta. =)
Bom, desta vez, usei a linguiça calabresa com ingrediente principal, pois ela dá um sabor inigualável ao arroz.  Acrescentei também o cogumelo, que apesar de não ser fresco, possui uma textura aveludada e sabor levemente adocicado que arremata o prato. E para dar a cremosidade necessária e típica desse prato, como eu não tinha queijo parmesão, usei o meia cura com um pouco de muçarela.
Adorei o resultado e por isso recomendo que testem essa versão.

Risoto de Linguiça e Cogumelo
Para 2 pessoas

1 envelope (ou cubinho) de caldo de carne
2 colh. (sopa) de azeite
1 cebola média picadinha
3/4 de xíc. (chá) de arroz carnaroli (próprio para risotos)
1/4 xíc. (chá) de vinho branco seco
1/2 xíc. (chá) de linguiça calabresa defumada picada em pedaços pequenos
1/2 xíc. (chá) de cogumelo em conserva fatiado
1/2 xíc. (chá) de queijo parmesão (usei meia-cura e muçarela) ralados
Salsinha e tomilho a gosto

Preparo
1. Em uma panela grande e funda, misture o caldo de carne em 4 xícaras (chá) de água e aqueça. Reserve e mantenha aquecido.
2. Em outra panela, aqueça o azeite e frite a cebola rapidamente.
3. Junte o arroz, o vinho, a linguiça, os cogumelos e o tomilho.
4. Assim que o vinho secar, adicione o caldo de carne quente, aos poucos, mexendo sempre. Repita esse processo quantas vezes forem necessárias.
5. Quando adicionar a água pela  última vez, verifique se o arroz está macio e quando você perceber que resta apenas um pouco de líquido, acrescente o queijo e misture bem, até derreter e o risoto ficar cremoso.
6. Polvilhe a salsinha e sirva imediatamente.

Espero que tenham gostado dessa versão! E não se esqueçam de, se testarem, por favor me avisem e enviem fotos, ok?

Beijocas e um ótimo dia pra vocês!!! =)
Cintya Maria



08/08/2013

Rolinhos de Abobrinha e Queijo


Hoje trago para vocês uma sugestão super simples de como variar o preparo da abobrinha. Não vou chamar de receita porque não é nada elaborado, apenas vou descrever o passo-a-passo.
Já comentei com vocês que tenho tentado acrescentar mais legumes às refeições daqui de casa, pois sabemos o quanto eles são importantes para a nossa saúde, principalmente depois de uma certa idade...rs. E como já passei dos 35, agora é hora de dar mais atenção aos alimentos saudáveis e se preparar para envelhecer bem. Afinal é agora que temos que nos preocupar com o envelhecimento, pois as consequências de como tratamos o nosso corpo aparecerão no futuro, e eu, pretendo desfrutar muito bem a minha velhice quando ela chegar. Assim espero! =)

Rolinhos de Abobrinha e Queijo
Para 2 pessoas de fome moderada

1 abobrinha caipira grande
2 tomates bem maduros picados em cubinhos
Quanto baste de queijo muçarela em cubinhos (escolha o que preferir, com tanto que derreta) e requeijão cremoso
Sal, pimenta do reino e azeite a gosto

Preparo
1. Lave bem a abobrinha, mantendo-a com casca.
2. Com o auxílio de um mandolin (clique AQUI se você não conhece esse utensílio), fatie a abobrinha no sentido do comprimento. Caso você não possua um mandolin, corte-a usando uma faca, tomando o cuidado para que as fatias saiam finas, o que evitará a necessidade de cozinhá-las antes de grelhá-las.
3. Tempere cada fatia com sal e pimenta.
4. Aqueça uma frigideira e doure levemente as fatias de abobrinha.
5. Distribua-as em um prato, pois assim ficará mais fácil para montar os rolinhos.
6. Em cada fatia, coloque um pouco de requeijão cremoso, alguns cubos de queijo e tomate, como mostra a foto abaixo:
7. Enrole-os e volte-os ao fogo em uma frigideira, tostando-os por alguns segundos, ou até perceber que o queijo derreteu.
8. Sirva imediatamente.

Bom apetite!
Beijocas,
Cintya Maria

06/08/2013

Bolo Branco com Cobertura de Coco

 Outro dia me falaram ( entenda minha mãe) que eu só posto receita com chocolate... =(
Isso seria estranho se eu não fosse chocólatra, mas como todos sabem, sou viciada em tudo o que leva esse ingrediente e acabo sendo repetitiva no quesito sabor. Na verdade, quando penso em sobremesa, eu já penso em algo de chocolate, não tem jeito.
Dias desses, tentando fugir do sr. cacau, resolvi  fazer um bolo branco. Foi aí que pensei: "que sem graça... se fosse de chocolate nem precisaria de cobertura"...rsrs. E para dar uma incrementada no bolo branquelo, escolhi uma cobertura com outro ingrediente que também adoro: o coco. E mais uma vez caí na repetição, pois vocês já devem ter percebido que os sabores deste blog se resumem basicamente à: chocolate, coco, baunilha e morango. Mas, sou assim, fazer o que? Tenho os meus vícios e as minhas preferências, assim como todo simples mortal.
Portanto, espero que me entendam e não fiquem tristes com os sabores limitados da minha cozinha...

Bolo Branco com Cobertura de Coco
Receita DAQUI

3 ovos
3 xíc. (chá) de açúcar
125g de manteiga sem sal em temperatura ambiente
3 xíc. (chá) de farinha trigo (peneirada)
500ml de leite integral
1 pitada de sal
2 colh. (chá) de fermento químico para bolos

Preparo

1. Pré-aqueça o forno. (180°C)
2. Unte  e enfarinhe uma forma de 26 cm.
3. Bata as claras em neve e reserve.
4. Em uma tigela grande, bata o açúcar, as gemas e a manteiga até obter um creme claro e fofo.
5. Acrescente aos poucos a farinha de trigo, intercalando com o leite.
6. Adicione o sal.
7. Distribua as claras em neve e por cima delas, polvilhe o fermento químico.
8. Incorpore as claras e o fermento à massa e quando a mistura estiver homogênea, despeje-a na forma untada.
9. Leve ao forno por  aproximadamente 45 minutos ou até que fazendo o teste do palito ele saia limpo.

Cobertura de Coco
1 lata de leite condensado
1 vidro de leite de coco
100g de coco ralado

Preparo da Cobertura
Enquanto o bolo assa, despeje os ingredientes líquidos em uma tigela e misture-os bem.

Montagem do Bolo
1. Assim que você retirar o bolo do forno, fure-o com o auxílio de um garfo, para que, ao despejar a cobertura, esta penetre e umedeça  bolo.
2. Com o bolo ainda quente, despeje sobre ele um pouco da cobertura.
3. Espere absorver bem e só assim despeje mais um pouco da cobertura.
4. Repita esse processo até que a cobertura termine.
5. Polvilhe coco ralado para decorar.

Beijocas e uma ótima semana pra vocês!
Cintya Maria