29/07/2014

Bolo de Arromba

Há quatro anos atrás, quando me casei, trouxe comigo apenas o meu livrinho de receitas, o qual era bem fininho, pois eu não cozinhava com tanta intensidade. E quando precisava de alguma dica de como fazer ou de alguma receita, pedia para minha mãe e ela me ensinava (muitas vezes por telefone), ou às vezes ela me emprestava o livro dela e o da minha avó.
Um belo dia, eu resolvi que faria frango assado (para 2 pessoas!), porém achei que seria muito um frango inteiro e resolvi comprar apenas um peito de frango com osso e com pele. Até que eu tinha bom senso rsrs.
Eu me lembrava que a minha mãe dizia que "o tempero no frango não pega tão rápido". Foi quando tive a ideia de buscar uma receita na Internet e descobri o mundo dos blogs. Comecei a seguir vários deles, a salvar várias receitas e organizá-las em uma pastinha no meu computador. E daí em diante só acumulei delícias para serem testadas e essa lista só aumenta! Não dou conta! Ainda somos só dois por aqui, ou comemos tudo e engordamos no meu caso já ganhei 8 quilos, ou fazemos "doações". Como se isso não bastasse, comecei a comprar livros de receitas e à assistir programas de culinária com mais frequência. E muitas vezes, a gente assiste de barriga vazia, e isso não é bom. Porque toda receita que vemos parece maravilhosa e queremos testar.
Foi assim com esse bolo de hoje. Num belo dia estava eu assistindo ao programa reprise da vovó mais querida do Brasil, a Palmirinha, quando ela contou a estória desse bolo e eu me encantei. Conforme ela foi desenvolvendo a receita, fui ficando cada vez mais com a boca cheia d'água. Salvei. E coloquei um post-it na minha tela do computador. Todo dia que eu abria, eu me lembrava, ou melhor era lembrada pelo bilhetinho, de tanto que eu gostei da receita e, confesso, que o motivo do bilhete era para ter certeza que eu não esqueceria dessa receita, testando qualquer outra antes.
E em um sábado à tarde, lá fui eu toda ansiosa para a cozinha. Preparei tudo conforme as instruções e fiquei aguardando. E aquele cheirinho de bolo de chocolate tomando conta da cozinha e me deixando zonza de vontade. Afff... E ainda tinha que fazer a cobertura. Tortura Chinesa isso! =P Acho que deveria existir um modo mais rápido de assar bolos...rs
E finalmente cortei a primeira fatia! E depois a segunda e a terceira! Gula pura! O bolo fica tão fofinho, mas tão fofinho que nem sei como descrever! Amei o resultado e só quem testar vai entender o que eu estou falando. E a cobertura, um mix de chocolate com laranja, caiu perfeitamente bem, afinal uma vovó sabe das coisas, né?
Depois disso, minha cabeça começou a imaginar as variações com outras coberturas e até com recheio. E como a receita é grande da para fazer até como bolo de aniversário.
Por isso, eu convido vocês a testarem essa receita. E depois me contem o resultado, ok?
Bolo de Arromba
Receita DAQUI

Para a massa
01 xíc. (chá) de manteiga
02 xíc. (chá) de açúcar
04 ovos (claras serão em neve)
01 colh. (chá) de essência de baunilha
03 xíc. (chá) de farinha de trigo
01 xíc. (chá) de chocolate em pó
1 colh. (sopa) de fermento em pó
1 colh. (chá) de bicarbonato
400g de iogurte natural (sem sabor)

Para a cobertura
200g de creme de leite (sem soro)
02 xíc. (chá) de chocolate em pó
½ xíc. (chá) de açúcar
½ xíc. (chá) de suco de laranja ou leite

Preparo
1. Preaqueça o forno (180°C) e unte uma forma redonda de 26 cm.
2. Separe as gemas das claras e bata as claras em neve.
3. Coloque a manteiga, o açúcar e as gemas na vasilha da batedeira, e bata até obter um creme claro. 
  • 4. Acrescente, aos poucos, o iogurte natural, a farinha e o chocolate em pó. Depois, bata para se misturarem. 
    5. Adicione o fermento, o bicarbonato, as claras em neve e a baunilha, e misture tudo, delicadamente, até homogeneizar a massa. 
    6. Coloque, então, a massa obtida em uma assadeira redonda com buraco no meio, untada e polvilhada. Leve ao forno, por aproximadamente 45 minutos, ou até fazer o teste do palito e este sair limpo. 
    7. Para fazer a cobertura, coloque o creme de leite sem soro, o chocolate em pó, o açúcar e suco de laranja ou leite em uma panela, mexendo até se misturarem. 
    8. Por fim, desenforme o bolo, regue com a calda e decore com raspas de chocolate branco ou como preferir. Sirva a seguir.

    Espero que vocês tenham gostado.
    Tenham um ótimo dia!

    Beijos,
    Cintya Maria

18/07/2014

Parfait de Morangos ao Balsâmico

Para aproveitar a safra de morangos, resolvi experimentar um parfait.
Se você não conhece essa sobremesa, ela nada mais é do que camadas de iogurte, intercaladas com camadas de castanhas (ou granola) e de frutas frescas. Existem algumas variações, como por exemplo, substituir o iogurte por sorvete ou por gelatina. Pode-se também utilizar chantili e finalizar com um licor de sua preferência. Como vocês podem notar, em relação às combinações, essa é uma sobremesa daquelas em que podemos deixar a criatividade fluir, o que me agrada bastante.
No post de ontem (clique AQUI se você perdeu), iniciei o preparo desta sobremesa, fazendo a minha própria granola ao invés de utilizar a industrializada e isso fez toda a diferença! Mas, caso você não tenha tempo ou não queira preparar a sua granola, não tem problema. Eu garanto que mesmo assim o resultado ficará magnífico! Vamos conferir a receita?
Parfait de Morangos ao Balsâmico
Rendimento: 4 porções

600ml de iogurte natural integral
04 à 06 colh. (sopa) de mel
01 colh. (chá) de essência de baunilha
01 xic. (chá) de granola (se não tiver, use as castanhas de sua preferência)
01 caixinha de morangos
Vinagre balsâmico a gosto (aprox. 2 colheres de sopa) - Usei o de framboesas da marca Castelo
Folhinhas de hortelã para decorar

Preparo
1. Lave muito bem os morangos e corte-os em pedaços pequenos.
2. Em uma tigelinha, coloque os morangos picados e adicione o vinagre balsâmico aos poucos e deixe marinando (eu coloquei +/- 2 colheres de sopa). Reserve.
3. Numa outra vasilha, misture o iogurte com a essência de baunilha e acrescente o mel a gosto.
4. Separe 4 copos e preencha o fundo deles com o iogurte. Sobre ele, coloque uma camada de granola, e sobre esta, uma de morango. Repita esse processo até preencher todo o copo, finalizando com o iogurte.
5. Decore com a hortelã e sirva gelado.

Beijos e uma ótima sexta-feira! =)
Cintya Maria

17/07/2014

Granola Caseira


Olá pessoal!
Hoje trago uma receita simples e fácil, porém cheia de saúde: a granola caseira. Nem preciso falar que o sabor é extremamente melhor do que as industrializadas, preciso? Além disso, o melhor de tudo é que podemos customizá-la, adicionando os ingredientes de nossa preferência, ou aqueles que estiverem ao nosso alcance.
Pois bem, optei por fazer a minha própria granola pelos motivos acima descritos e também porque quando separei a receita da sobremesa que eu faria, ela era um dos ingredientes necessários. Ah! Esqueci de falar que o marido adora comer granola com iogurte pela manhã, mais uma desculpa razão para eu ir para a cozinha. =)
Pesquisei na Internet várias receitas, olhei o que eu tinha no armário e escolhi uma que me serviu como base.
Resultado mais que aprovado!
Granola Caseira
Receita base DAQUI

1 xíc. (chá) de aveia em flocos
1/2 xíc. (chá) de nozes
1/2  xíc. (chá) de castanha do pará
1/3 xíc. (chá) de mel
1/8 xíc. (chá) de azeite
1/8 xíc. (chá) de semente de girassol
1/8 xíc. (chá) de semente de linhaça
1/4 xíc. (chá) de coco ralado (sem açúcar)
1 colh. (café) de sal
1 pitada de canela

Opcional: depois de pronta (assada), acrescente uva-passa ou qualquer outra fruta seca de sua preferência. ;-)

Preparo
1. Coloque as castanhas e as nozes no copo do liquidificador na função pulsar por alguns segundos, até perceber que estão picadas no tamanho desejado.
2. Em uma tigela funda, coloque aveia e a mistura de castanhas já trituradas.
3.Adicione o sal, o azeite e o mel. (o sal aqui vai ajudar a granola a não ficar tão doce)
4. Misture bem até tudo ficar homogêneo. A mistura precisa estar levemente úmida pelo mel e pelo azeite. Se achar que tem muita aveia sequinha nos cantos, pode colocar um pouco mais de azeite e misturar bem 
5. Preaqueça o forno (180°C).
6. Despeje a granola em uma forma grande e espalhe bem.
7. Leve ao forno por 15 minutos, retire e mexa (assim todos os grãos ficarão com a mesma coloração) e volte ao forno, deixando assar por mais 10 minutos. Repita esse processo até que a granola esteja dourada. Fique de olho porque é rápido, ok?

Beijos e até a próxima!
Cintya Maria

11/07/2014

Frango Dourado com Batata Gratinada do Jamie Oliver

Olá pessoal!!! Tudo bom?
Finalmente consegui terminar esse post!
Essa receita foi feita em Maio, sim, M-a-i-o! Foi quando fui presenteada com o maravilhoso livro do Jamie Oliver, no concurso promovido pela Adri, do blog Casa, Coisas e Sabores (para entender mais sobre o concurso e o meu presente, clique aqui).
Antes de falar sobre a receita, vou ousar chamar a minha descrição + opinião sobre o livro de mini-resenha.
O livro é fantástico e estou apaixonada pela maneira com que o Jamie trata o assunto: alimentação.
Esse é o meu primeiro livre dele, digo primeiro porque espero adquirir os demais exemplares, mas isso será algo que farei com calma.
Se antes eu já era fã do Jamie, agora sou ainda mais. O jeito despojado e simplificado que ele trata a culinária me fascina! Ele desmistifica o assunto com tamanha naturalidade e, como consequência, nos instiga a testar suas receitas, mesmo as mais elaboradas.
O livro Jamie Oliver 15 minutos e pronto, nos nos faz a seguinte promessa: "(...) comida super-rápida, deliciosa, nutritiva e que proporcione prazer, perfeita para pessoas ocupadas como você e eu (...)." Encaixou direitinho no meu perfil, pois trabalho em casa duplamente: tenho a rotina diária de uma casa +  a da minha escola-escritório (que fica em uma sala, no meu quintal). Então, tento manter tudo sob controle, mas confesso que muitas vezes não consigo e tenho que fazer escolhas, como arrumar aqui e não ali, por exemplo. Além disso, meu marido almoça todos os dias em casa por opção, pois adora uma comidinha caseira e eu me esmero para agradá-lo. Procuro fazer refeições completas, com o tradicional arroz, feijão, salada, um acompanhamento e uma carne. Vou variando o cardápio conforme a geladeira e o tipo do alimento. Procuro não repetir as carnes e os legumes. Se faço batata hoje, amanhã não teremos nada parecido. Acho que todo mundo faz assim, não é mesmo? Mas, voltando ao livro eu e minhas divagações, em cada receita, encontramos: a descrição dos utensílios necessários na preparação (e aqui é que esta o pulo do gato, pois é isso que vai ajudar a preparação em 15 minutos!), o rendimento, as calorias e obviamente os ingredientes. A descrição do preparo é feita como se o próprio Jamie estivesse ao nosso lado, nos explicando por onde e de que maneira começar.
É muito carinho, gente! Me senti como se ele estivesse pegando em minha mão e dizendo: "vai Cintya, olha, agora faça isso..."
Bom, já me estendi demais. Vamos à receita?
Vou descrever exatamente como está no livro, ok? Assim vocês podem sentir como o Jamie trata seus leitores! ;-)

Frango Dourado com Batata Gratinada
Receita adaptada do livro Jamie Oliver 15 minutos e pronto - pág. 48
Rendimento: serve 4
Calorias: 666

Gratinado
800g de batata
03 cebolas
Azeite de oliva
01 cubo de caldo de galinha
1/2 maço de sálvia fresca (eu não tinha; substituí por noz-moscada e orégano)
100ml de creme de leite (usei o de caixinha mesmo)
30g de queijo parmesão
Sal e pimenta-do-reino a gosto

Frango
04 filés de frango (120g cada sem pele
Alguns ramos de alecrim fresco (eu não tinha fresco, usei do seco mesmo)
02 fatias de bacon defumado (opcional)
Azeite de oliva
Sal e pimenta-do-reino a gosto

Preparo

Equipamento necessário (eu diria desejável): 
  • chaleira de água fervente
  • forno com grill (temperatura alta)
  • processador de alimentos (fatiador fino)
  • panela média com tampa (fogo alto)
  • assadeira funda (forno quente)
  • frigideira grande (fogo médio-alto)
  • rolo de massa
  • ralador

No processador, corte as batatas em fatias finas, coloque na panela média, cubra com água fervente e tampe. Descasque as cebolas, fatie finamente no processador e espalhe na assadeira com 2 colheres (sopa)  de azeite, esmigalhe o cubo de caldo de galinha e tempere com sal e pimenta. Salpique a noz-moscada e o orégano por cima e mexa regularmente, adicionando uma borrifada de água se a cebola começar a grudar no fundo.

Sobre uma folha grande de papel-manteiga, tempere o frango com o sal, pimenta e o alecrim, dobre a folha, cobrindo o frango, e esmague-o com o rolo de massa (vulgo "pau-de-macarrão") até deixá-lo com 1,5 de espessura, Coloque o frango na frigideira com 1 colher de (sopa) de azeite, virando após 3 ou 4 minutos e, deixe até dourar e cozinhar por dentro. Reserve.
Escorra bem as batatas, coloque-as na assadeira com a cebola, misture bem e nivele a superfície. Despeje o creme de leite, rale o queijo parmesão e coloque a assadeira na prateleira superior do forno, debaixo do grill. Retire do forno até que esteja dourado (ou na cor que você desejar).
Sirva imediatamente, acompanhado de uma boa salada de folhas. Bom apetite!

Espero que tenham gostado!
Beijocas e até a próxima,
Cintya Maria

07/07/2014

Smoothie de Amora

Vamos começar essa semana de uma forma mais saudável?
A minha sugestão é esse smoothie de amora, alimenta, satisfaz e nutre ao mesmo tempo.
Eu sou uma pessoa que adora café-da manhã e acordo sempre faminta. Diariamente pela manhã, como 2 pães com manteiga, uma caneca de leite com café e mais uma fruta, geralmente banana ou mamão com aveia. Também como uma castanha-do-pará em jejum. Adoro comer bem devagar e quando não tenho muito tempo, fico irritada de ter que fazer tudo correndo rsrs. Prefiro levantar mais cedo a pular essa refeição, que é a minha favorita.
E na semana passada, fiz esse smoothie porque tinha acabado o  meu pão (quase sempre integral, feito por mim) e eu o tomei para "tapar" a fome, pois eu teria uma aula atípica naquele dia e esquecera de fazer o meu pãozinho, e não teria tempo hábil para ir até a padaria antes da aula. A solução foi o smoothie.
Tomei apenas 1 copo e fiquei satisfeita até a hora do almoço. Não sei se eu estava com menos fome, mas aguentei firme até o almoço.
Usei amoras congeladas que ainda restavam no meu congelador, quando fiz essa receita aqui.
Da próxima vez, mudarei o sabor para variar e ver qual é o meu favorito!
Smoothie de Amora

150ml de iogurte natural
100g de amoras congeladas (ou a fruta que preferir)
150ml de leite (usei integral)
02 colh. (sopa) de mel
04 cubos de gelo

Preparo
Coloque todos os ingredientes no liquidificador e bata até ficar homogêneo.
Sirva a seguir.

Depois desse smoothie, estou pronta para começar a semana!
Beijocas,
Cintya Maria

04/07/2014

Bolo-pudim de Chocolate & Café (Mocha Pudding Cake)

Uma imagem diz fala mais do que mil palavras!
Ai, ai... (suspirando)... o meu amor pelo chocolate não tem fim! E mais recentemente, incorporei à essa paixão um outro sabor: o café. Combinação mais do que certeira, essa dupla me conquistou!
Essa receita de bolo-pudim é divina, pois traz uma textura de um bolo fofinho na parte externa e um bolo bem molhadinho no centro, tudo dependerá de quanto tempo você deixará no forno. E o bacana disso é que dá para ajustar, pois quem gosta mais molhadinho ou cremoso deixa menos tempo no forno.
Aqui em casa eu gosto dele bem cremoso no centro, já o "maridones" prefere mais firme e, por essa razão deixei meus bolinhos mais tempo no forno. Sem problemas! Uma vez do meu jeito outra do seu, afinal a receita é de chocolate e eu como e aprecio do jeito que for! ;-)

Bolo-pudim de Café & Chocolate
Receita um tantinho adaptada DAQUI

200g de chocolate amargo (usei o da Callebaut 70%)
250g de manteiga
04 colh. (sopa) de licor de café (eu não tinha, usei essência)
01 colh. (sopa) de café bem forte (não coloquei)
04 ovos grandes
02 gemas grandes
125g de açúcar
65g de farinha de trigo integral peneirada
02 colh. (sopa) de açúcar de confeiteiro para polvilhar (decorar)

Preparo
1. Preaqueça o forno a 200°C.
2. Unte 10 forminhas refratáveis com manteiga. (usei ramequins)
3. Derreta o chocolate e a manteiga no micro-ondas (potência média) de 30 em 30 segundos até ficar homogêneo.
4. Assim que derreter, retire do micro-ondas e adicione o licor (ou a essência) de café, mexendo sempre até a mistura ficar brilhante.
5. Em uma tigela grande, bata os ovos, as gemas e o açúcar por 10 minutos, até obter uma mistura clara, cremosa e com o dobro do volume.
6. Despeje a mistura de chocolate nos ovos batidos e acrescente a farinha integral e o farelo que sobrar na peneira.
7. Misture tudo com delicadeza (para não perder o volume e o aerado dos ovos).
8. Distribua a massa nas forminhas por igual e coloque-as em uma assadeira. (Podem ficar na geladeira também por algumas horas antes de irem ao forno).
9. Asse os bolinhos por aproximadamente 15 minutos*, até os pudins ficarem firmes junto às bordas e pastosos no centro. (*como comentei, deixe o dobro de tempo para agradar o marido, ok?)
10. Sirva-os imediatamente e decore-os com açúcar de confeiteiro.

Obs: quanto mais tempo demorarem para ser servidos, mais firmes ficarão os centros).

E essa é a minha sugestão de sobremesa para o seu final-de-semana!

Beijocas e até a próxima!
Cintya Maria

02/07/2014

Bolinhos de Abobrinha

A vida nos surpreende!...
Às vezes ela nos traz surpresas agradáveis, outras nem tanto.
Quando algo desagradável acontece, geralmente me abalo, fico mal e levo alguns dias para me recuperar. Sim, sou sensível, e talvez tenha pouca fé, mas não me considero uma pessoa fraca.
Entretanto, apesar de anteontem ter sido 2a. feira, levantei muito disposta, animada e cheia de energia, até abrir meu e-mail, onde encontrei 2 notícias não tão agradáveis,  as quais me desanimaram por completo. Notícias de trabalho, nada de doenças, ainda bem! Dos males, prefiro o menor, claro!
Entretanto, não sei o que deu em mim desta vez... Fui deitar pensativa e ontem acordei com pique total. Percebi que de nada adianta ficar para baixo, se não tiver atitude.
Foi então que comecei uma faxina (física, digo limpeza mesmo!) em minha sala de aula/escritório, o que sinalizava meu anseio pela mudança. Freud explica... e acerta!
Eu estava adiando essa faxina e organização há meses, justamente porque sabia do trabalho que isso daria: separar papéis, catalogar e arquivar exercícios, descartar prontuários de alunos do arquivo morto etc etc etc. E eu, como boa virginiana, adoro tudo isso e faço com prazer, mas como sei que esse processo levará tempo (no meu caso sei que levará dias, talvez semanas), eu estava protelando.
Me senti revigorada, tendo apenas arrumado 10% do total, mas essa porcentagem significou para mim muito mais, ela representou um sinal de atitude e determinação de seguir em frente e descartar aquilo que não é mais útil; e descartar em todos os sentidos da palavra.
Fui surpreendida novamente e positivamente pela vida! =)
O mesmo digo desta receita, quando eu encontrei a foto no Pinterest. No início achei que seria algo gostoso, mas nem tanto... Surpresa n°2: como algo tão simples e de tão pouco trabalho pode ser tão saboroso? Sugiro à você conferir a receita e deixar-se surpreender.

Bolinhos de Abobrinha
Receita levemente adaptada DAQUI

01 xíc (chá) de abobrinha Italiana ralada (ralei no processador)
02 ovos levemente batidos
1/2 xíc (chá) de migalhas de pão (processei pães duros que eu tinha guardado p/ fazer torradas ou alguma outra coisa)
01 xíc (chá) de queijo parmesão ralado (use um de boa qualidade; se preferir usar outro queijo, fique à vontade)
1/2 cebola picadinha
1/4 de xíc (chá) de salsinha picada (não usei pq não tinha)

Preparo
1. Preaqueça o forno (200° C)
2. Unte uma forma que tenha cavidades (aquelas de muffins ou cupcakes; se não tiver, use as de empada). (Eu coloquei forminhas próprias para cupcake em cada cavidade e não untei). Reserve.
3. Rale a abobrinha e depois o pão.
4. Numa tigela grande, coloque os ovos batidos, a abobrinha a cebola e o queijo, as migalhas de pão, a salsinha e misture tudo com uma colher de pau.
5. Usando suas mãos (ou se preferir uma colher ou concha para sorvete) preencha cada cavidade da forma com a mistura feita no passo anterior.
6. Asse os bolinhos por aproximadamente 20 minutos ou até ficarem com a superfície dourada.
Bom apetite!