09/09/2014

Pernil com batatas

Como eu já contei na página "Quem escreve" (se você ainda não leu, clique aqui), um dos motivos de eu ter começado esse blog foi para aprender a fazer receitas que eu nunca fizera antes. Fico extremamente motivada quando sou desafiada, e não há melhor sabor do que vencer um desafio. Gosto de me testar e ver até onde consigo ir e, quando supero algum obstáculo isso me dá plena satisfação.
A cada nova receita que executo e obtenho êxito, fico radiante!
Casada há quase 5 anos, eu nunca havia feito pernil, simplesmente pelo fato de sermos só 2 aqui em casa e, para mim, pernil é um prato que deve ser comido em reuniões família.
Pois bem, essa é a minha teoria, já a minha vontade não obedece esses meus critérios imaginários.
Acordei com vontade de pernil, apenas isso. Fui ao açougue e pedi um tamanho suficiente para 2. Em casa, preparei os temperos para deixar o pernil marinando. O pernil dormiu na geladeira e no dia seguinte foi para o forno; De lá saiu todo pomposo: com uma cor linda e rodeado de batatas! Mais perfeito do que isso impossível. Não, é possível! Ainda ouvi do marido um elogio: "nossa! mas que almoço chique, em pleno dia de semana! rsrs... Sim, não comemos pernil todo dia. Não que seja um prato refinado, mas não comemos isso todo dia e, minha opinião, se colocarmos carne de porco no cardápio da semana em mais de um dia, fica enjoativo. É assim que eu penso... talvez isso seja estranho para você que está lendo, mas para mim não o é.
De agora em diante, posso dizer que aprendi fazer pernil, talvez não tão bem quanto o da minha mãe, que é uma expert quando se trata em temperar carnes. Sei que tenho muito a aprender com ela, e que um dia chegarei lá, mas por enquanto, acho que já dá até para convidá-la para experimentar o tempero do meu pernil!

Pernil com Batatas
1 pedaço de pernil sem osso de aproximadamente 350g

Para a vinha-d'alho (= tempero no qual o pernil irá marinar)
1 xíc. (chá) de vinho branco seco
2 dentes de alho socados
2 folhas de louro
1 colh. (sopa) de alecrim
Azeite, sal e pimenta do reino a gosto

Preparo

Atenção: O tempero deve ser feito na véspera do dia em que você quer comê-lo!

1. Coloque o pernil em uma vasilha relativamente grande onde você possa temperá-lo.
2. Em um pilãozinho, coloque os dentes de alho, o sal e a pimenta do reino. Soque tudo até ficar na consistência de uma pastinha.
3. Regue o pernil com o vinho branco e em seguida o azeite.
4. Esfregue sobre o pernil a pastinha feita com o alho, o sal e a pimenta.
5. Acrescente o louro e o alecrim.
6. Banhe novamente o pernil com o líquido (vinho + azeite) que restou na vasilha.
7. Transfira o pernil para um saco plástico limpo e despeje tampe o tempero que ficou na vasilha e feche o saquinho.
8. Leve o pernil à geladeira por 12 horas. (coloque o saquinho com o pernil sobre um prato, para que, caso o tempero escorra mesmo com o saco fechado, a sua geladeira não fique suja!)
9. Após esse tempo, transfira o pernil para uma assadeira e leve-o para assar (180°C), coberto com papel alumínio, por 30 minutos.
10. Após esse tempo, retire o papel alumínio e verifique se a carne está cozida. Se sim, deixe no forno até dourar e vá regando com o suco da carne que se formou no fundo da assadeira. (Opcional: ao retirar o papel alumínio, adicione batatas pré-cozidas para dourarem junto com a carne. Eu fiz isso!).
11. Se não estiver cozida, cubra novamente com o papel alumínio e volte ao forno para cozinhar e monitore de 15 em 15 minutos o cozimento).
12. Sirva com batatas, arroz branco e uma bela salada.

Bom apetite!

Beijocas,
Cintya Maria


5 comentários :

  1. Belo petisco esse pernil!
    Ficou óptimo!
    bjinhos

    ResponderExcluir
  2. Esse pernil ficou uma maravilha
    bjs

    ResponderExcluir
  3. Cintya querida,
    eu tbm adoro aprender novas receitas, cada dia é um novo aprendizado e os desafios na cozinha são muitos, tenho muito que aprender.
    Esse pernil ficou douradinho do jeitinho que eu gosto.

    Bjs, ótima semana ♥

    ResponderExcluir
  4. Ah, essa pururuca na foto não me passou batido, nham!
    Aqui em casa eu não ligo muito para carne de porco, marido come uma vez na vida, outra na morte, nem bacon.
    E também, a especialista em suínos é minha mãe, ela faz de um jeito bem simples, na pressão com batatas, fica saboroso, mas eu não consigo reproduzir este tempero, é como a assinatura dela, ou coisa assim, rs.
    beijão!

    ResponderExcluir
  5. Cintya, deixei um comentário, não sei se o blogger guardou ou mandou pro espaço.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e volte sempre!