20/08/2013

Pão Integral Multicereais

E este é o pão que irá me acompanhar nesta semana! Ele é rico em fibras e óleos naturais, uma opção saudável e muito saborosa para o seu café-da-manhã.
Embora eu não resista um pãozinho francês, recém saído do forno, os pães integrais me conquistam pelas qualidades nutricionais e é com isso que eu ando preocupada ultimamente.
Sabemos dos benefícios que os alimentos integrais nos proporcionam e é por eles que devemos "cair de amor", pois serão eles que nos trarão mais qualidade de vida! E tudo aquilo que nos faz bem, devemos dar o merecido valor, não é mesmo?
Por essa razão, eles irão reinar soberanos aqui em casa durante toda a semana. E nos finais de semana, o velho e bom pão francês dará o ar da graça, afinal ninguém é de ferro. É claro que adoro um pãozinho francês, quentinho, com aquela manteiga derretida por cima... ai, ai... até visualizei a cena agora! Pois bem, a verdade é uma só: sou louca por pão, seja ele integral ou não, eu não fico sem um pãozinho no meu café-da-manhã.
A receita de hoje é simples (fiz apenas algumas alterações) porém possui passos importantes e que devemos seguir para obter um melhor resultado. Então, vamos trabalhar!
Pão Multicereais
Receita do Livro Pães & Pãezinhos Doces e Salgados (pág. 13)

Para a Esponja
50g de farinha integral de centeio fina
50g de sementes de gergelim
50g de sementes de papoula (substitui por linhaça)
50g de sementes de girassol (não coloquei porque não tinha)
50g de aveia em flocos (usei 100g)
180 ml de água
15g de fermento biológico fresco (ou 5g de fermento biológico seco instantâneo)
1 colh. (chá) de extrato de malte (ou se você não encontrar, substitua por mel)

Preparação da esponja
Misture todos os ingredientes em um recipiente e deixe fermentar até que a mistura adquira o dobro do volume, cerca de 90 minutos (trata-se de uma mistura espessa, por isso demora mais para crescer do que as feitas à base de farinha comum).

Massa
300g de farinha de trigo
50g de farinha de trigo integral fina
150 ml de água
10g (ou 2 colheres de chá rasas) de sal
1 ovo batido
1 gema para pincelar (ou leite) e sementes para decorar

Preparo da massa na MFP
1. Coloque os ingredientes líquidos (a água e o ovo batido) na cuba da máquina.
2. Acrescente as farinhas, o sal e a mistura da esponja por último.
3. Escolha o programa massas.
4. Ao término do programa, retire a massa da cuba e modele os pães, pincelando-os com a gema (ou o leite) e salpicando sementes para decorá-los.
5. Pré-aqueça o forno. (200°C)
6. Coloque os pães em uma forma untada e enfarinhada e leve-os para assar por aproximadamente 30 minutos ou até que a superfície esteja levemente dourada.

Beijocas à todos e um ótimo dia!
Cintya Maria

13 comentários :

  1. Adoro um pão integral ,esses ficaram tão lindos e bem ao meu gosto.
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Já há uns anos que faço pão na máquina, e nunca tinha ouvido falar em esponja, nem em programa para massas. Eu ponho tudo na máquina, e ela bate, descansa, leveda e coze.
    Por isso estranho esta receita. Não duvido que fique um pão muito bom, mas o processo. Tem que ser mesmo assim?
    Obrigada e parabéns pelo blog, que descobri há uns dias.

    ResponderExcluir
  3. Oi Cyntia, adoro pães assim com grãos.Ainda não consegui fazer um que me agradasse.Sua receita ficou ótima.Beijos querida, tenha um lindo dia.

    ResponderExcluir
  4. Esqueci-me de dizer que estou em Portugal, e isso pode fazer a diferença!
    Obrigada, mais uma vez.

    ResponderExcluir
  5. Oi Cintya,
    Esse pão é tudo de bom: saudável e gostoso.
    Vou fazer e depois lhe conto.
    Bj,
    Lylia

    ResponderExcluir
  6. Que receita maravilhosa, muiito saudável, bjs.

    ResponderExcluir
  7. Olá, sou apaixonada por pão, especialmente os nutritivos.Essa receita de pão multicereais, pode ser feito à mão, não tenho MFP.

    A esponja pode ser fermentada por um dia, para ficar como o sourdoughbread? Como proceder para fazer o sourdoughbread, que eu adoro!

    Obrigada pela ajuda.

    ResponderExcluir
  8. Olá, esqueci de perguntar sobre o extrato de malte, qual a sua função e onde encontrar. moro em Piracicaba e não encontro, eu sei que é bem escuro e se usa muito no pão dinamarques .

    a substituição pelo mel, deverá ser de mel escuro?, pois o extrato é bem escuro, de um marrom profundo.

    Obrigada.

    ResponderExcluir
  9. Jeanette,querida:

    Vamos às suas respostas...

    1) Sim, as receitas que faço na MFP podem ser feitas à mão, sim. Mesmo porque essa receita é para ser feita à mão. Eu é que adaptei à minha realidade (= falta de tempo) e fiz na MFP, ok?
    2) Como eu disse na postagem, eu também sou do interior, moro em Salto, do lado de Piracicaba e se aí vc não encontra extrato de malte, imagine aqui na minha cidade que é menor...rs. Substitua por mel, seja ele qual for, ok? Eu usei um que encontrei no mercado e deu certo! Não tenha medo de testar, ok?

    Espero ter lhe ajudado!

    Boa sorte! (e por favor me conte se conseguiu fazer, ok?)

    Beijocas!

    ResponderExcluir
  10. Cinthia, tudo bem? vc conhece o pão feito com fermento natural? que chamam de sourdoughbread ?

    Me interessou essa receita pela fermentação , que poderia ser como o sourdoughbread.

    Normalmente faço meus pães parecidos com essa base da sua receita, acrescento um quê de canela, gengibre e cacau em pó sem açúcar, assim com tb ou melado ou mascavo na massa final.

    O extrato de malte na receita tem a função só de deixar o pão mais escuro? ou além disso dar sabor e maciez?

    Assim que tiver feito o pão te dou um retorno, OK?

    Abraço e obrigada.

    ResponderExcluir
  11. Eu de novo, procede o fato de se colocar suco de laranja nos pães integrais para tirar aquele gostinho amargo no finalzinho da última mastigada?

    Ouvi isso de um culinarista na tv., ao fazer pão integral.

    Ciao e até.

    Abração

    ResponderExcluir
  12. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  13. Olá Jeanette! Como está?

    Eu vi os seus últimos comentários, sim! Porém estava sem tempo de responder com calma, pois não é fácil conciliar trabalho, casa, família e a vida virtual ...rsrs
    Bem, respondendo às suas perguntas, eu não conheço o pão que vc mencionou =(
    E quanto aos outros comentários (extrato de malte e suco de laranja) eu não sei te dizer, porque não sou especialista no assunto, me desculpe! Sou apenas uma recém-casada que gosta de testar receitas novas...
    Aqui em Salto eu não acho o extrato de malte, mas no meu livro sobre pães, o autor diz: caso vc não ache o extrato, substitua-o por mel.

    Se testar algum de meus pães, ficaria feliz em saber!
    Mais uma vez peço-lhe desculpas por não poder te ajudar.

    Beijocas,
    Cintya Maria

    PS: se quiser falar comigo, pode enviar um e-mail para cozinharehpreciso@gmail.com

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e volte sempre!